As Taxas de Juro e “A Era da Turbulência”

Reserva Federal AmericanaAs Taxas de Juro

Neste últimos dias, muito se tem debatido sobre quais serão as consequências reais do mais recente abalo no mundo financeiro. O “episódio” teve origem na especulação criada à volta do mercado de crédito imobiliário norte-americano.

Em resposta, assistimos ontem ao anúncio da Reserva Federal Norte-Americana de que a taxa de juro de referência passará a situar-se nos 4,75 pontos percentuais contra os 5,25 pontos anteriores.

Note-se que a alteração da taxa de juro (subida ou descida) pode ser equiparada a um mecanismo de segurança com objectivos vários como controlar a inflação, assegurar a sustentabilidade de um período de expansão económica ou estimular a economia facilitando o recurso ao crédito, por exemplo.

Neste caso, o banco central decidiu baixar a taxa de juro como forma de conter uma eventual escalada do clima de instabilidade criado à volta dos mercados financeiros. Um impulso à economia norte-americana é também um dos objectivos de tal decisão.

Mas a redução drástica para 4,75 pontos percentuais foi uma grande surpresa pois ninguém antecipava um corte de 0,5 pontos percentuais. A esmagadora maioria dos analistas esperava uma redução progressiva da taxa de juro prevendo um corte inicial de apenas 0,25 p.p. Recorreu-se à terapia de choque.

A Era da Turbulência“A Era da Turbulência”

Obviamente, Ben Bernanke e a sua equipa fundamentaram a sua decisão com recurso à teoria económica mas ela não é eficaz só por si. É necessário recorrer à análise comportamental dos agentes e absorver tudo aquilo que a história nos ensinou. Com toda a certeza, os membros da equipa fizeram tudo isso…

O presidente da Reserva Federal, Ben Bernanke, foi nomeado em Janeiro de 2006 para suceder a um dos mais emblemáticos personagens a desempenhar o cargo: Alan Greenspan.

O economista, ex-presidente da Reserva Federal, coordenou a política monetária dos Estados Unidos entre 1987 e 2006. Durante esse período, assistiu a um impressionante registo histórico dos tempos modernos que originou uma transformação cultural, social e política significativa e radical. Estabeleceu-se uma “nova ordem internacional”.

O novo livro de Alan Greenspan, “A Era da Turbulência”, relata-nos toda essa história de uma perspectiva única e privilegiada a que só um presidente dum banco central da maior economia do Mundo pode aceder e a preocupação com o futuro e os desafios que se lhe impõem.

Assim, fica uma sugestão de compra para quem tem a História e a Economia como área de interesse.

Portugal e a Visita de Estado à Índia

A Presidência da República lançou um website por ocasião da visita de Estado à Índia que se realizará entre 10 e 17 de Janeiro. Nele, podemos acompanhar em pormenor a visita da comitiva portuguesa através dos elementos multimédia que serão disponibilizados:

Página Oficial da Visita de Estado à Índia

Nota Pessoal:

Não vou nem quero tecer qualquer opinião sobre assuntos políticos respeitantes a Portugal (nesta altura).

Quero apenas louvar as instituições, os órgãos do Estado e de Soberania que estão empenhados em melhorar a imagem e o desempenho económico do nosso país.